Restaurante A Do Ferro Marvão

0
59

Restaurante A Do Ferro Marvão uma agradável surpresa.

Era essencial fazer uma viagem com o Miata até mesmo para ver como ele se portava, e a viagem escolhida foi a Marvão.

A viagem correu sem sobressaltos e o caminho escolhido foi um misto de auto estrada e estrada nacional para tirar proveito de um roadster como assim deve ser feito, para quem não conhece as qualidades de um MX5, ou Miata, estes carrinhos são leves, com relações de caixa curta e bastante rotativos, fazendo com que a baixa insonorização do habitáculo faça com que em viagens longas a sonoridade do motor seja pura poesia, para os fanáticos dos motores como eu ou algo desconfortável para quem preze o silencio no habitáculo.

Saímos de Lisboa pelas 9 horas da manhã e numa viagem a uma velocidade de cruzeiro em auto estrada entre os 120 e os 140 KM/H, o Mazda é um regalo a conduzir, tudo nele é mecânico e tudo se sente de forma muito directa, não ha cá aceleradores electronicamente assistidos, nem controlos de estabilidade nem assistências nas travagens, meus amigos isto é um carro para quem gosta de conduzir.

Por volta do meio dia e meio estávamos no restaurante que tínhamos escolhido para almoçar que fica em Carreiras, na Rua do Cigano e que dá pelo nome de A do Ferro.

Sobre o restaurante só tenho que dizer bem, comida muito bem confeccionada, servido num ambiente muito familiar.

Os secretos de porco preto estavam divinais, mas a entrada deslumbrou, uma farinheira de castanhas que era de comer e sentir que é possível atingir o prazer no seu expoente máximo através das papilas gustativas, tudo isto regado com uma cerveja artesanal da região que dá pelo nome de Velhaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here